Vagas de estacionamento rotativo (zona azul) serão pintadas para dar lugar a novas áreas de circulação de pedestres com nichos para descanso e convivência. As intervenções garantem maior segurança às travessias e acalmam o trânsito. Vagas para idosos e pessoas com deficiência, além de carga e descarga, serão preservadas, mas 20 vagas darão lugar a uma ampliação de 790 m2 de calçada. Além da identificação visual, a área receberá bancos, floreiras e paraciclos. As atuais faixas de rolamento da Rua dos Pinheiros não serão afetadas. A velocidade máxima, de 50km/h, será reduzida para 40 km/h durante a intervenção temporária: alterações sobretudo nos pontos de travessia e conversões estimulam a reduzir a velocidade nos pontos determinados. Todo o material utilizado na intervenção entre as Ruas Cônego Eugênio Leite e Joaquim Antunes será removido após 10 de dezembro de 2018, quando o projeto entra em nova fase: verificação e validação. A partir da avaliação de todas as partes envolvidas, pedestres, comerciantes, moradores, motoristas, organizações civis e órgãos públicos, o objetivo é renovar toda a Rua dos Pinheiros num esforço conjunto entre sociedade e poder público.

Primeiro modelo de intervenção temporária para o Caminhar Pinheiros
Modelo final da intervenção temporária na Rua dos Pinheiros entre Joaquim Antunes e Cônego Eugênio Leite
Versão definitiva do Caminhar Pinheiros